chacalog


helpless

 

o sus do susto o pó da pólvora eu quero

engolir sílabas e vomitar o pânico

só assim minhas unhas

encarnadas vão à máquina

para numa rajada de letras

tirar cada segundo ao marasmo

 

é assim que vejo cultura: bala no bandido

tiro no que encarquilha a linguagem

 

a língua é boa solta

fazendo escarcéu da sua boca

se embrenhando nos labirintos

dos seus ouvidos

 

perdida perdida

 

(letra elétrika - 1994 - chacal)



Escrito por chacal às 20h28
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


dois poetas. dois caras que querem  lesar os cofres do paraíso. e de lá – em delírio – furtar o nome de deus

 

eu falo de Augusto Silva e Joca Terron

 

 

selvageria

 

faria poesia

se meus olhos não chorassem

faria poesia

todo santo dia

se não passasse de ave fugidia

rimar é fácil

para quem é dócil

selvageria

em toda poesia

 

o que resta do poeta no final do dia

 

augusto silva

..........................................................

as mulheres melhoraram muito

 

depois da invenção do modess

a cachorrada não vê a hora da ração

o filho-da-puta tá nota dez

mamãe com plano de saúde

a nojentália masculina presa em laboratórios,

masculinos, mas com cu no meio,

cura pra calvície, viagra agora é mato

porra, e os outros sexos ?

pra poeta não interessa, é tudo viado

e nunca ouvi falar que viado brocha

os gatinhos cagam, mas não fedem

será que por isso gostamos tanto de gato ?

e os políticos, sempre cagam

mas mesmo assim a gente vota

nós descasamos, cachorro morre

filhos da puta sempre saem da vista

cientista americano tem mesmo que ganhar

muito, ficar preso, trabalhar como

cachorro e ser chifrado

já cachorrões merecem boa ração

aliás, esses cientistas só podem ser viados

os gatos merecem todo amor

por que a gente vota ?

 

joca terron

 

 



Escrito por chacal às 10h58
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 

eu

 

fico entrincheirado.

a palavra passa.

pulo no pescoço dela

e sussurro ao pé do ouvido:

- fala, peluda !

 

(in A VIDA É CURTA PRA SER PEQUENA / 2002)



Escrito por chacal às 01h05
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil





BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, GAVEA, Homem, de 56 a 65 anos, Portuguese, English, Livros, Música
Outro -



Meu humor



Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 cooperifa / sergio vaz
 bendita palavra maldita
 cep 20.000
 ubuweb
 mario bortolotto
 fernanda d'umbra
 cemitério de automóveis
 ademir assunção
 radiocaos
 cronópios
 daniel soares / dudu pereira
 ivana arruda leite
 márcio américo
 thadeu wojciechowski
 cão danado - cássio amaral
 sensívelldesafio
 cléo de paris
 lorena poema
 marcelo sahea
 simone kaplan
 cecília-borges
 sobrecasaca
 numa noite qualquer
 raul mourão
 orfanato portátil - marcelo montenegro
 paulo scott
 a dobradura / alice sant'anna
 pat lopes
 carol luiza
 BAILINHO
 paulo pessoa
 inverno de julho
 eu e minha bicicleta
 jaguadarte
 as escolhas afectivas
 pseudopop / ledusha
 ERRATICA
 leminiskata / solda
 big city small town / edkuma
 dado / febril
 danislau também
 marcelo noah
 girassóis e vinho tinto
 ENTRE SÉRGIO PORTO
 cidadão do mundo / são caetano